terça-feira, 25 de outubro de 2011

"Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda.
Sabendo bem que eras nuvem, depus a minha vida em ti.
Como sabia bem tudo isso, e dei-me ao teu destino frágil,
Fiquei sem poder chorar quando caí."


Cecília Meireles



terça-feira, 18 de outubro de 2011

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
_Em que espelho ficou perdida
a minha face?

Cecília Meireles
"Perdoem a cara amarrada, perdoem a falta de abraço
Perdoem a falta de espaço, os dias eram assim
Perdoem por tantos perigos, perdoem a falta de abrigo
Perdoem a falta de amigos, os dias eram assim
Perdoem a falta de folhas, perdoem a falta de ar
Perdoem a falta de escolhas, os dias eram assim
E quando passarem à limpo, e quando cortarem os laços
E quando soltarem os cintos, façam a festa por mim
E quando lavarem a mágoa, quando lavarem a alma
Quando lavarem a água, lavem os olhos por mim
Quando brotarem as flores, quando crescerem as matas
Quando colherem os frutos
digam o gosto pra mim..."


_Ivan Lins e V. Martins
(Aos nossos filhos)

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Cuide-se bem!
Perigos há por toda a parte
E é bem delicado viver
De uma forma ou de outra
É uma arte, como tudo...
Cuide-se bem!
Tem mil surpresas
A espreita
Em cada esquina
Mal iluminada
Em cada rua estreita
Do mundo...
Cuide-se bem!
Eu quero te ver com saúde
E sempre de bom humor
E de boa vontade
Com tudo...
Prá nunca perder
Esse riso largo
E essa simpatia
Estampada no rosto...
_Guilherme Arantes

Sabe essa garota que tá dançando lá na pista e você tá babando por ela, amigo? Minha ex namorada. Faz uns três meses que eu terminei com ela. Eu a traí todos os dias. E quando ela dizia que me amava eu ria. Sabe essas roupas coladas e esse cabelo pro lado que ela tá usando aí? Ela costumava usar uma camiseta rosa e um shorts, com o cabelo preso pra trás. Mas ela não conseguia ficar feia, eu só não sei porque nunca a disse isso. Ela era louca por mim. Me mandava mensagem de bom dia, depois me lembrava de amarrar os cadarços que eu sempre esquecia, colocava sempre na minha agenda os horários do meu dentista e sabe como eu retribuía? Vinha aqui zoar com meus amigos e ficar com umas que passassem de cabelo pro lado e roupa colada, assim, como ela tá hoje. Ela cuidava de mim todo fim da noite, mesmo que eu passasse o dia inteiro ignorando ela… Ela ainda ia lá, dizer que os anjos dela iam cuidar de mim. Era a garota mais grudenta, ciumenta, complicada e estranha que eu já tinha conhecido. Eu gostava mesmo era dessas aí, de ficar uma noite e me darem o telefone errado. Aí eu terminei com ela. Falei que ela era trouxa e burra por acreditar em mim. Dois dias depois, eu vi uma foto dela e chorei. Três dias depois, eu liguei pro celular dela e ela não atendeu. Quatro dias depois, eu fui na casa dela e ela disse que tava ocupada pra falar comigo. Cinco dias depois, eu não tive vontade de sair. No sexto, sétimo e no resto dos meses eu sentia falta dela todos os dias. Até que me puxaram pra uma balada, a mesma que eu ia pra ficar com essas meninas que não querem saber de mais nada a não ser delas mesmas e a encontrei aqui. Linda. Os olhos delas brilhavam. Eu fui falar com ela e ela ficou comigo. Achei que, dessa vez, eu podia tê-la nas mãos de novo, mas dessa vez, pra valorizá-la. Pedi seu número do celular novo e ela me deu. Liguei no dia seguinte e a moça da padaria atendeu: Número errado. Chorei. De saudade. Arrependimento. Receio. E de saber que a garota que eu ria, se tornou na garota que ria de mim. Pior, a garota que era minha, agora tinha um tanto de caras querendo ser dela e ela querendo aproveitar o tempo que perdeu. Eu fiz a garota dos meus sonhos ser o sonho de todos os garotos por aí. Eu a perdi. E sabe o que ela me falou no começo da festa? Que ela não era trouxa e nem burra de acreditar no amor que eu dizia sentir por ela. E sabe o que dói? Vê-lá dançando, rindo e não se preocupou em nenhum momento em olhar pra cá, me ver babando por ela e chorando por nunca ter percebido o quanto ela era importante pra mim, antes.Por isso valorize a quem te ama e jamais brinque com os sentimentos de uma mulher !


terça-feira, 11 de outubro de 2011

Eu te contei, rio?
Eu namoro o vento.
Vezenquando ele me tira pra dançar.
Vezenquando ele me faz ciúme levantando as saias das meninas.
Vezenquando ele sopra pra longe uma tristeza minha.
Vezenquando ele me traz uma saudade.
Eu namoro o vento, rio.
Vezenquando eu fico soprando coisinhas no ouvido dos outros com ele.
Vezenquando a gente tira a tarde inteira só pra ventar... 


Marla de Queiroz



sexta-feira, 7 de outubro de 2011

"Fiz tudo certo.
Só errei quando coloquei sentimento."

Clarice Lispector

“E eu continuo acreditando que tudo sem você é distração,
 e que tudo com você é vida.”

Tati Bernardi
M...
Eu te espero com a paciência das sementes,
que conhecem o calor do sol, a força da chuva, o carinho dos ventos e o poder da terra.
Te espero, em silêncio,
aguardando o tempo necessário que a vida pede para promover nosso encontro.
Te espero como quem guarda num relicário as lembranças mais felizes
de tudo que ainda vai viver...
Se não fosse amor,
não haveria planos, nem vontades, nem ciúmes, nem coração magoado.
Se não fosse amor,
não haveria desejo, nem o medo da solidão.
Se não fosse amor
não haveria saudade, nem o meu pensamento o tempo todo em você.

- Caio Fernando
O que ha dentro do meu coração
eu tenho guardado pra te dar
E todas as horas que o tempo tem pra me conceder
são tuas até morrer
E a tua história eu não sei
mas me diga só o que for bom
Um amor tão puro que nem sabe a força que tem...
é teu e de mais ninguém
Te adoro em tudo, tudo, tudo
quero mais que tudo
te amar sem limites
viver uma grande história.
Aqui ou noutro lugar 
que pode ser feio ou bonito
se nós estivermos juntos
haverá um céu azul
Um amor puro
não sabe a força que tem
Meu amor eu juro
ser tua e de mais ninguém.
(Djavan)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos
Traduzidos em palavras
Pra que você possa entender
O que eu também não entendo
Amar não é ter que ter
Sempre certeza
É aceitar que ninguém
É perfeito pra ninguém
É poder ser você mesmo
E não precisar fingir
É tentar esquecer
E não conseguir fugir, fugir
Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender
Posso brincar de descobrir
Desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos
E até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você
Eu tô tranquilo, tranquilo
Agora o que vamos fazer
Eu também não sei
Afinal, será que amar
É mesmo tudo?
Se isso não é amor
O que mais pode ser?
Tô aprendendo também
(Jota Quest)

sábado, 1 de outubro de 2011

Olha você tem todas as coisas
Que um dia eu sonhei prá mim
A cabeça cheia de problemas
Não me importo, eu gosto mesmo assim
Tem os olhos cheios de esperança
De uma cor que mais ninguém possui
Me traz meu passado e as lembranças
Coisas que eu quis ser e não fui
Olha você vive tão distante
Muito além do que eu posso ter
E eu que sempre fui tão inconstante
Te juro, meu amor, agora é prá valer
Olha, vem comigo aonde eu for
Seja minha amante, meu amor
Vem seguir comigo o meu caminho
E viver a vida só de amor


Roberto Carlos